Sergio's Printed Words

WebLog Experience – notes about Digital World

O ex-paço da arte

leave a comment »

spw_010No sábado à noite, agora, na última semana, eu ´tava de bobeira no twitter… de bobeira não! Na realidade eu estava tentando bolar um layout bacana para um relatório de macro-planejamento estratégico, e como a luzinha não piscava dei uma “girada” no twitter…

Foi quando o Cardoso indicou um link com o texto “Ai! Ai! Ai!”. O que mais eu precisava? Cliquei imediatamente na confiança da sapiência/acidez deste escriba fantástico e, sabe de uma coisa? Não me arrependi nem um tiquinho.

O artigo indicado trata da pichação no 2º andar (vazio) da Bienal onde uma turba pichou frases como: “Isso que é arte”(sic), “Fora Serra”, “Abaixa a ditadura” (sic), e os nomes das suas gangues: “Susto”, “4” e “Secretos”.

Não deu p´rá resistir e ato contínuo entabulamos uma troca rápida de comentários que começou assim:
eu
cardoso

Nesta triste constatação, desnudando o substrato da identidade brasileira me veio uma frase p´rá lá de consistente, quase uma epifania:

A atitude dos pichadores é a verdadeira meta-linguagem artística aplicada na Bienal de Arte: uma justaposição do antagônico par, artista-vândalo, preenchendo o espaço vazio da arte.

UAU! Onde fui arrumar isso!?

Desde a utilização desvairada e inculta de sprays, da grafia possessiva de pronomes equivocados, do desconhecimento dos significados de interjeições e utilização de verbos (corretamente declinado ao menos, deve-se salientar), passando pelos vazios desta triste e inócua 28º Bienal, o que se depreende é que: ME-RE-CE-MOS tudo isso, sim, como povo, nação e cultura…

Taí escancarado para quem quiser ler os sinais. A verdade está lá fora!!!

Nossa cultura institucionalizada em cotas raciais para institutos, seja de ensino ou de serviços públicos; de distribuição de vales-qualquer-coisa subsidiados, de passes – de mágica – nos transportes e filas preferenciais; de  paternalismos; de nepotismos; de benesses e apadrinhamentos familiares e sociais, etc., nivela tudo a um rés-do-chão sociológico tão estúpido que nenhum fernadohenrique-da-vida consegue sequer teorizar sem resvalar no evolucionismo darwiniano. Ô raça!

Anúncios

Written by sergiovds

novembro 19, 2008 às 15:24

Publicado em webworld

Tagged with , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: